27/02/2014 às 08h59min - Atualizada em 27/02/2014 às 08h59min

Sócio da empresa Sudbook Maranhense é preso em São Luis

O suspeito estava tentando fechar negócio na Avenida Litorânea, no bairro Calhau, em São Luís

SSP

Dando continuidade ao inquérito policial instaurado pelo delegado Paulo Aguiar, da Delegacia de Defraudações, que apura o golpe cometido pelos proprietários da Sudbook Maranhense, a polícia localizou Luís Antônio Santos Paixão, 37 anos. Ele é um dos quatros proprietários da empresa.

Luís Paixão foi preso, na segunda-feira (24), no momento em que tentava aplicar um novo golpe. O suspeito estava tentando fechar negócio na Avenida Litorânea, no bairro Calhau, em São Luís.

Segundo delegado Paulo Aguiar, o grupo já estava articulando aplicar um novo golpe contra antigos investidores que haviam sido vítimas da empresa.

Ele explicou o novo golpe consistia em induzir as vítimas a realizarem aplicações financeiras no Banco Independente de Investimento de Shangahai (BIICSS). Após consultas no banco de dados do Banco Central, foi constatado que o suposto banco não tem nenhum cadastro no órgão.

De acordo com informações repassadas pela polícia, o golpe funcionava como forma de pirâmide, em que no momento em que as movimentações financeiras pararam, quem estava na base da pirâmide sofreu as consequências e perdeu tudo o que havia sido investido.

O delegado contou que algumas vítimas chegaram a investir mais de cinco mil reais.  As vítimas eram induzidas a investir através de uma rede social na bolsa de valores e prometia dar aproximadamente 60% de lucro.

“Já estamos com o inquérito bem avançado. Estamos reunindo todos os tipos de prova. Temos já calculados que eles tenham feitos vítimas em torno de 10 milhões de reais. As contas já foram bloqueadas dos proprietários”.

A Delegacia de Defraudações ainda investiga a proporção desses golpes. Segundo a polícia os proprietários se evadiram do local e viajaram, mas a empresa dispõe de funcionários que também estão sendo investigados.

 

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp