11/02/2014 às 12h02min - Atualizada em 11/02/2014 às 12h02min

AGED interdita 290 litros de agrotóxicos em Esperantinópolis

Segundo a lei estadual que regula o comércio de agrotóxicos e afins é terminantemente proibida a venda desse produto em estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios

Sagrima/Aged

Na última semana, fiscais da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), da regional de Pedreiras, juntamente com agentes de Vigilância Sanitária e Polícia Militar, atendendo a uma série de denúncias, realizaram a interdição e apreensão de cerca de 290 litros de produtos agrotóxicos que estavam sendo vendidos em comércios de alimentos na cidade de Esperantinópolis.

Segundo a lei estadual que regula o comércio de agrotóxicos e afins é terminantemente proibida a venda desse produto em estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios.

Os responsáveis pela venda ilegal foram autuados e os produtos apreendidos foram incinerados, conforme determina a legislação.

No Maranhão, a venda de agrotóxicos é permitida a estabelecimentos devidamente registrados junto à AGED, que é um órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima).

Segundo o fiscal estadual agropecuário Ricardo Arruda, que coordenou a operação, essa foi a primeira de uma série de operações fiscalizadoras que serão realizadas em toda a regional durante o ano de 2014, com a intenção de coibir esta prática danosa a saúde da população.

A operação contou ainda com a participação do engenheiro agrônomo do Instituto de Agronegócios do Maranhão (Inagro), Luis Sampaio Jr, técnico do Escritório de Atendimento à Comunidade (EAC) de Esperantinópolis, Klênio Santos, e do chefe da Unidade de Veterinária Local (UVL), da Aged de Poção de Pedras, José Arnaldo.

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp