11/02/2014 às 10h49min - Atualizada em 11/02/2014 às 10h49min

Polícia procura suspeito de ter atirado rojão

Cinegrafista da Band morreu após ser atingido por artefato durante manifestação

Do Primeiro Jornal - noticias@band.com.br
TV Maranhense

Polícia procura suspeito de ter atirado rojão

Cinegrafista da Band morreu após ser atingido por artefato durante manifestação
Black Bloc de camisa cinza teria acendido o rojão / Reprodução

Black Bloc de camisa cinza teria acendido o rojão / Reprodução

Black Bloc de camisa cinza teria acendido o rojãoReprodução

A polícia do Rio de Janeiro faz buscas pelo suspeito de ter atirado o rojão que provocou a morte do cinegrafista da Band Santiago Andrade. O procurado já tem duas passagens pela polícia. A busca começou depois de, ontem à noite, a Justiça do Rio de Janeiro ter aceitado o pedido de prisão temporária, apresentado pelo delegado Maurício Luciano, responsável pela apuração do caso.

 

O cinegrafista, de 49 anos, teve morte cerebral constatada quatro dias após ser atingido por um rojão em um protesto contra o aumento da passagem de ônibus no centro do Rio de Janeiro.

 

Filha de cinegrafista divulga carta após morte

Câmeras registram novas imagens do suspeito

 

De acordo com o delegado, o primeiro suspeito, Fábio Raposo, reconheceu o segundo suspeito. Os dois serão indiciados por homicídio doloso qualificado (quando há intenção de matar).

 

Nota oficial sobre a morte de Santiago Andrade


 


Carreira

Carioca de 49 anos, nascido no dia 5 de setembro, Santiago Andrade se destacou no jornalismo falando justamente sobre as dificuldades enfrentadas pelos passageiros do transporte público do Rio de Janeiro. Junto com o repórter Alexandre Tortoriello, ganhou duas vezes, em 2010 e em 2012, o Prêmio Mobilidade Urbana.

 

Participou de coberturas de tragédias, eventos esportivos, a guerra contra o tráfico de drogas nos morros cariocas. Em 2013, fez o curso de jornalistas em áreas de conflito, onde recebeu um treinamento para enfrentar situações como a da última quinta-feira.

 

Mitre: "vândalos se aproveitam da manifestação para cometer crimes"

 

Relembre os momentos marcantes da carreira de Santiago

 

Conflito

O cinegrafista Santiago Andrade foi atingido por um rojão na última quinta-feira, dia 6, quando registrava uma manifestação popular de protesto contra o aumento da passagem de ônibus na Central do Brasil, no Rio de Janeiro.

 

Cinegrafista Santiago Andrade é atingido durante protesto contra a tarifa no Rio de Janeiro:

Cinegrafista morreu nesta segunda-feira

Cinegrafista morreu nesta segunda-feira

Agência O Globo


A confusão começou quando os PMs tentaram impedir que black blocs pulassem as catracas, ainda no começo da noite. Devido às depredações, os acessos ao Palácio Duque de Caxias e ao Campo de Santana da estação do metrô na Central chegaram a ser fechados. O Batalhão de Choque foi acionado e usou bombas de efeito moral para controlar a situação.
 

Veja o momento em que Santiago foi atingido:

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp