30/01/2014 às 10h33min - Atualizada em 30/01/2014 às 10h33min

Prefeitura discute com comunidade projeto do Parque do Rio das Bicas

O debate foi promovido pela Secretaria Extraordinária de Projetos Especiais (Sempe), através da I Oficina de Projetos, realizada na última terça-feira (28), na igreja São Francisco, na Salinas do Sacavém

SECOM | Prefeitura de São Luís

A Prefeitura de São Luís reuniu os moradores do Polo Coroadinho para discutir alternativas e soluções na elaboração dos Projetos Executivos e Estudos Ambientais de Urbanização do Parque Urbano do Rio das Bicas.

O debate foi promovido pela Secretaria Extraordinária de Projetos Especiais (Sempe), através da I Oficina de Projetos, realizada na última terça-feira (28), na igreja São Francisco, na Salinas do Sacavém.

A oficina foi acompanhada pelo secretário da Sempe, Gustavo Marques, que relatou os avanços alcançados na execução das obras de melhoria da infraestrutura na área ao longo da atual gestão. “Temos hoje um trecho do canal coberto, possibilitando a trafegabilidade na área, o que antes não era possível, e isso só ocorreu graças ao empenho do prefeito Edivaldo Holanda Júnior em auxiliar as ações do Programa Bacia do Bacanga”, ressaltou.

O projeto de urbanização do Parque do Rio das Bicas prevê a requalificação de espaços públicos, da parte aberta e fechada do canal do Rio da Bicas, e contemplará a reurbanização e tratamento paisagístico do canal.

A proposta inclui 12 praças com diferentes finalidades, como descanso, passeio, esporte e lazer, totalizando uma área de 20.976 m² e a construção de 2.126 metros de ciclovia. A área de proteção permanente e a área de preservação ambiental correspondem, respectivamente, a 35.911 m² e 111.588 m².

A comunidade participou de forma ativa, enumerando as prioridades do bairro e listando quais equipamentos públicos são de maior necessidade para a população.

Os presentes tiraram dúvidas e receberam um questionário com espaço para sugestões ao projeto. Todas as contribuições poderão ser entregues no escritório social montado no canteiro de obras do Canal do Rio das Bicas, atrás da Fundação Bradesco, na Avenida dos Africanos.

A empresa responsável pela elaboração dos projetos executivos, estudos ambientais e todo o trabalho social que envolverá a urbanização dos espaços públicos e equipamentos comunitários a serem implantados na área de abrangência do Parque Urbano do Rio das Bicas será a GAU (Guimarães, Arquitetos e Urbanismo), que deve entregar todos os projetos dentro de 120 dias.

Até março deve ocorrer uma segunda oficina para que a empresa apresente o anteprojeto do Parque Urbano do Rio das Bicas à comunidade, incorporando as demandas e sugestões colhidas na oficina realizada esta semana.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp