Portal Emaranhense Publicidade 728x90
13/05/2024 às 09h36min - Atualizada em 13/05/2024 às 09h36min

Denunciado por feminicídio: caso de Ana Caroline Campêlo leva à prisão de acusado

Promotoria de Justiça formaliza acusação contra Elizeu Carvalho de Castro, desencadeando protestos em todo o país

Da Redação
(Foto: Reprodução)
A Promotoria de Justiça de Governador Nunes Freire denunciou Elizeu Carvalho de Castro, conhecido como Bahia ou Baiano, pelo feminicídio de Ana Caroline Sousa Campelo, ocorrido em 10 de dezembro de 2023. A denúncia foi aceita pelo juiz João Paulo de Sousa Oliveira.

Segundo a denúncia, assinada pelo promotor de justiça Felipe Boghosian Soares da Rocha, o crime ocorreu na madrugada de 10 de dezembro, no município de Maranhãozinho. O assassinato teria sido cometido com emprego de asfixia e meio cruel, dificultando a defesa da vítima e com motivações ligadas à condição feminina de Ana Caroline.

Após meses sem respostas para o crime, Elizeu Carvalho foi preso por suspeita de brutalizar Ana Caroline. Segundo o inquérito policial, a vítima foi perseguida por um homem em uma motocicleta até ser levada a uma estrada vicinal, onde o crime foi cometido. Elizeu de Castro foi detido em 31 de janeiro de 2024 e permanece na Unidade Prisional São Luís I.

A morte de Ana Caroline desencadeou protestos de ativistas em várias cidades do país, exigindo respostas das autoridades e mudanças legislativas para proteger mulheres lésbicas. A ministra da Mulher, Cida Gonçalves, classificou o assassinato como lesbofobia e crime de ódio contra as mulheres.

O Levante Nacional Contra o Lesbocídio tem sido uma voz ativa nessas manifestações, demandando justiça para Ana Caroline e debatendo a tipificação do "lesbocídio" como uma forma específica de feminicídio.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal Emaranhense Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp