07/05/2021 às 10h50min - Atualizada em 07/05/2021 às 10h50min

Levantamento aponta Maranhão como estado com menor índice de mortes por Covid-19 até o momento

Números da federação mais pobre do Brasil são comparados a de países como a Alemanha.

Edição: Lucas Melo
SES/TV Maranhense
Karlos Geromy/Divulgação
Segundo matéria publicada da Revista Veja em seu site, o veículo apontou que as medidas de distanciamento social promovidas pelo estado do Maranhão se mantiveram em nível regular ou satisfatório. Outro detalhe importante no parametro de desempenho sanitário, é a dose de sensatez na administração dos recursos, uma vez que existe o fato de a imensa maioria das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) maranhenses pertencer à administração estadual, e não aos municípios.

Boletim Covid TV Maranhense:


No último boletim, divulgado na noite de quinta-feira (06), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o Maranhão atingiu o número de 7.473 mortes e 271.266 mil casos confirmados pelo novo coronavírus (COVID-19). De acordo com a SES, foram registrados 35 óbitos quais cinco deles foram registrados nas últimas 24 horas, com a taxa de letalidade em 2,75% no panorama geral.
 
Foram registrados 176 casos na capital São Luís, 105 em Imperatriz e 846 nas demais regiões do estado. A SES revelou, no entanto, que já são mais de 242.774 mil pessoas curadas da COVID-19 no Maranhão.
 
Monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) foram contabilizados 19.810 pacientes em isolamento domiciliar, 496  internações em UTI e 713 internações em enfermaria, somando 21.019 mil casos ativos da doença.
 
Em São Luís, as pessoas que apresentarem sintomas da COVID-19 devem procurar o centro de testagem da Policlínica Diamante e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) localizadas nos bairros da Cidade Operária, Vinhais, Itaqui-Bacanga e Aracagy. Servidores da área da saúde e segurança pública são atendidos no Viva da Beira Mar. Coletas e exames para a população do interior maranhense são realizadas nos hospitais regionais.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp