21/02/2020 às 11h32min - Atualizada em 21/02/2020 às 11h32min

Cabo da PM que matou jovem durante abordagem em Coelho Neto/MA, é afastado pelo comando

Foto de Rede Social

O Policial Militar responsável por atirar no estudante Ruan Pablo de Figueiredo, de 16 anos, durante uma abordagem em Coelho Neto, no final da tarde desta última quarta-feira (19/02), próximo a cidade. Foi identificado por Cabo Macêdo, o mesmo foi afastado das funções.

De acordo com as informações de testemunhas, relataram que a vítima estava com amigos em um banho na ponte da Pimenteira, ambos teriam sido abordados lá, e durante o trajeto o pneu da moto furou e, por isso a vítima vinha em cima do tanque, momento em que a viatura parou no intuito de outra abordagem. Ainda dentro da viatura o policial teria mirado a arma em direção do jovem, momento em que a arma disparou vindo fatalmente acertar o estudante com um tiro na boca.

A reviravolta dos fatos, ocorre em dois momentos, uma a informação divulgada inicialmente da prisão do militar, não procede. O mesmo foi apenas ouvido pela a Autoridade Policial de Plantão em Caxias.

O outro fato, é a alegação insustentável do cabo. No Boletim de Ocorrência informativo da guarnição de serviço, os relatos dizem que, a vítima esboçou reação no momento da abordagem, colocando uma das mãos na cintura, momento em que um dos policiais efetuou o disparo. No entanto com essa tal alegação, o policial tira a tese de disparo acidental, e afirma conforme Boletim de Ocorrência, que o disparo se deu pelo fato de uma suposta reação da vítima.

As testemunhas, negam a versão da Polícia Militar, e afirmam que não ouve qualquer reação do estudante.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp