07/02/2020 às 12h07min - Atualizada em 07/02/2020 às 12h07min

Suspeito de latrocínio no Mato Grosso é preso em Imperatriz-MA

Reprodução

Policiais civis cumpriram nesta última quinta-feira (6), um mandado de prisão temporária de 30 dias, em desfavor de R.S.F, 24 anos. Acusação de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido em novembro do ano passado, na cidade Barra do Garças, no estado do Mato Grosso.

Foi apurado que R.S. F e outros, que já foram presos em Barra do Garças, participaram do crime de latrocínio, considerado hediondo e que é julgado pelo Juízo Singular. Ele nega acusação, entretanto as investigações da Polícia Civil de Barra do Garças apontam sua participação. R.S.F tem várias passagens pela polícia em Imperatriz por roubo e outros crimes.

Ele foi levado para a

Policiais civis cumpriram nesta última quinta-feira (6), um mandado de prisão temporária de 30 dias, em desfavor de R.S.F, 24 anos. Acusação de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido em novembro do ano passado, na cidade Barra do Garças, no estado do Mato Grosso.

Foi apurado que R.S. F e outros, que já foram presos em Barra do Garças, participaram do crime de latrocínio, considerado hediondo e que é julgado pelo Juízo Singular. Ele nega acusação, entretanto as investigações da Polícia Civil de Barra do Garças apontam sua participação. R.S.F tem várias passagens pela polícia em Imperatriz por roubo e outros crimes.

Ele foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado José Rocha e, em seguida, levado inicialmente para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de corpo de delito, e depois para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), onde ficará aguardando transferência para Barra do Garça, Comarca da culpa.

Com informações da Delegacia Regional de Polícia Civil do MA.

, onde foi ouvido pelo delegado José Rocha e, em seguida, levado inicialmente para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de corpo de delito, e depois para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), onde ficará aguardando transferência para Barra do Garça, Comarca da culpa.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp