20/01/2020 às 11h12min - Atualizada em 20/01/2020 às 11h12min

Servidores e funcionários do TJMA descartam medicamentos e pilhas de forma ambientalmente adequada

Em 2019, foram descartados 35 quilos de pilhas e baterias de celular nos prédios do TJ, CGJ e Centro Administrativo

Servidores e funcionários terceirizados da sede do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) e Centro Administrativo, descartaram 71 quilos de remédios nos coletores instalados nos prédios pelo Núcleo de Gestão Socioambiental. A iniciativa tem a parceria da Coordenaria de Serviço Médico, Odontológico e Psicossocial, Diretoria Administrativa e Coordenadoria Administrativa da CGJ.

Na prática, os medicamentos vencidos e sem uso descartados pelo público interno, deixaram de ir para o lixo comum e passaram a ter destinação ambientalmente adequada. Para facilitar o acesso, os coletores foram colocados próximos a entrada principal dos prédios. No prédio-sede, ficam perto dos caixas eletrônicos e na área do jardim do prédio anexo; na CGJ, estão no térreo (corredor da Coordenadoria Administrativa); no Centro Administrativo, na recepção.

Os resíduos de medicamentos são contaminantes e podem ser tóxicos a diversos organismos, inclusive a espécie humana, que fica exposta por meio da água potável e via alimentação, a exemplo dos peixes.

PILHAS E BATERIAS

A coleta de pilhas e baterias de celular também foi disponibilizada para servidores e funcionários dos três prédios (TJMA, CGJ e Centro Administrativo). Em 2019 foram descartados 35 quilos, evitando que metais pesados, como o chumbo, mercúrio, níquel e cádmio contaminem o meio ambiente e causem doenças renais e problemas relacionados ao sistema nervoso central.

De acordo com o Núcleo Socioambiental, os materiais coletados são entregues a uma empresa que realiza a logística reversa em parceria com os fabricantes.

LOGÍSTICA REVERSA

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) define a logística reversa como um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.  

Com informações da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do MA

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp