17/05/2019 às 11h01min - Atualizada em 17/05/2019 às 11h01min

Documento aponta o risco de talude de barragem em Barão de Cocais se romper, em Minas Gerais

Nesta quinta-feira (16), o Ministério Público de Minas Gerais expediu uma recomendação à Vale para que a mineradora mantenha a população de Barão de Cocais informada sobre os riscos, danos e impactos de um possível rompimento da Barragem Sul Superior. A movimentação pode levar ao rompimento da estrutura.

A recomendação foi dada depois que o Ministério Público obteve, da própria Vale, um documento confirmando que, caso permaneça a velocidade de aceleração de movimentação do talude norte da Cava da Mina de Gongo Soco, existe a possibilidade de rompimento da estrutura entre os dias 19 e 25 de maio.

No início de fevereiro, as sirenes da Vale foram acionadas pela primeira vez na cidade, depois que a consultoria contratada pela empresa se negou a dar laudo de estabilidade. A Agência Nacional de Mineração tinha determinado a retirada de 239 moradores das comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras.

Em março, a barragem Sul Superior entrou em alerta máximo para o risco de rompimento. As sirenes foram acionadas pela segunda vez, quando o nível de segurança da barragem que estava em 2 foi alterado para 3.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp