18/03/2019 às 12h13min - Atualizada em 18/03/2019 às 12h13min

Campanha Março Lilás: vacinas contra HPV são disponibilizadas na rede pública e é o meio mais eficaz de prevenir o câncer de colo de útero.

A vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV), é uma das estratégias mais eficazes de prevenir o câncer de colo do útero, um dos tipos mais evitáveis da doença. As duas doses da vacina são disponibilizadas gratuitamente na rede pública para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. O alerta faz parte da Campanha Março Lilás da Secretaria de Estado de Saúde (SES), dedicada a chamar a atenção da população para ações de controle do câncer do colo do útero.

Mais de 100 tipos de HPV já foram catalogados no mundo, dos quais pelo menos 14 são cancerígenos. A vacina contra HPV fornece proteção contra os quatro tipos considerados de alto risco, dentre os quais os tipos 16 e 18, responsáveis por 70% dos cânceres do colo do útero e lesões pré-cancerosas. É preciso tomar as duas doses para garantir a imunização contra o HPV – a segunda dose deve ser tomada seis meses após a primeira.

A opção por imunizar meninos e meninas se deve ao fato de que é preciso administrar as doses antes da exposição ao HPV, portanto, antes da primeira atividade sexual.

Além dos meninos e meninas, a vacina está disponível gratuitamente para pessoas de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids e pessoas submetidas a transplantes de órgãos sólidos, de medula óssea e pacientes oncológicos. O HPV é uma doença muito comum, sendo a doença sexualmente transmissível mais frequente na população. O vírus infecta a pele e as mucosas, podendo causar verrugas ou lesões precursoras de câncer, como o câncer de colo de útero, garganta ou ânus.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp