28/02/2019 às 10h22min - Atualizada em 28/02/2019 às 10h22min

No Maranhão, rodovias apresentam complicações. Fique atento!

Com a chegada do período de carnaval, uma das principais preocupações da Polícia Rodoviária Federal, (PRF), são as más condições de alguns trechos das BRs. As fortes chuvas e as dificuldades com relação a manutenção, deixaram vários pontos em péssimo estado. A PRF alerta motoristas para os principais pontos que merecem mais atenção por parte dos condutores:

 

BR 135. É a rodovia em pior estado e, por esta razão exige mais atenção por parte dos condutores. A BR 135 é o único acesso rodoviário à ilha de São Luís. Nos 24 quilômetros na capital (do aeroporto até o bairro Estiva) é possível observar buracos no asfalto. O Campo de Perizes, especialmente o sentido decrescente (do interior para a capital), está em estado crítico, sendo que uma parte dele, no trecho recém duplicado, está em mão dupla. Após a duplicação, entre o km 52 e o km 56 (Vila Cearense), alguns buracos pontuais exigem muita atenção dos condutores e uma velocidade segura, sob pena de danos ao veículo e outros transtornos. O trecho entre Matões do Norte (km 135) e São Mateus do Maranhão (km 180), é um dos mais críticos do estado. Alguns condutores que saem de São Luís optam por trafegar pela BR 222 até Vargem Grande e de lá, seguem por uma MA até Coroatá e Peritoró.

 

O DNIT ficou de se reunir com as empresas responsáveis pela manutenção dos principais trechos das BRs no Maranhão. Duas decisões são esperadas: primeiro, a faixa decrescente (pista velha) no Campo de Perizes será totalmente liberada para quem pretende acessar a Ilha na volta do carnaval; e a segunda, deverá apontar quais trechos serão priorizados na operação tapa buracos que deverá começar nos dois próximos dias.

 

Já as BRs 402 que dá acesso à região do Baixo Munim e aos Lençóis Maranhenses, apresenta alguns pontos com buracos e por esta razão exige mais prudência por parte do condutor para não exceder a velocidade. A PRF deverá utilizar radar portátil para conter excesso de velocidade. A BR 222 entre Chapadinha (km 78) e o povoado Entroncamento (km 221), e entre Miranda do Norte e Estaca Zero (próximo a Santa Inês) também apresentam muitos trechos esburacados./ Na BR 230, o trecho que exige mais cuidado é entre São Raimundo das Mangabeiras e Balsas.

 

Na BR 010, região tocantina, o único ponto ruim está situado entre Açailândia e Itinga do Maranhão, na divisa com o Pará. A BR 316 merece maior atenção, os pontos situados entre Maranhãozinho e Bacabal. Recentemente ventos fortes derrubaram muitas árvores sobre a pista, no trecho compreendido entre Santa Inês e Zé Doca. Na região dos cocais, entre Codó e Timon, o excesso de velocidade e as ultrapassagens irregulares serão fiscalizadas por equipes da delegacia PRF de Caxias, que deverão trabalhar usando radar portátil e etilômetro.

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp