A Liga mostra as travestis no funk

Entretenimento

20/08/2014

Em um universo machista e polêmico, o funk divide opiniões. Há quem defenda a causa e há quem não goste, e os motivos são os mais variados, desde as letras, as danças, e o que acontece nos bailes que não são mostrados por lentes convencionais.

A Liga foi até o Rio de Janeiro e Minas Gerais para acompanhar duas travestis que ganham a vida cantando funk, MC Xuxú e MC Transnitta, e saber mais sobre a vida, as dificuldades, os desafios e o reconhecimento do público.

 

Assista:

Link
Outros Vídeos »
ss