29/11/2018 às 11h15min - Atualizada em 29/11/2018 às 11h15min

Filha é condenada a mais de 20 anos de prisão por matar o próprio pai

- Redação

A jovem Elineia Francisca Galvão foi condenada após ser levada a júri popular a 27 anos e 11 meses de prisão por encomendar a morte do próprio pai, o empresário Fernando Henrique Cruz Pinho, assassinado no dia 6 de julho de 2017, na cidade de Pindaré-Mirim, a 255 km de São Luís.

Após investigações, a polícia concluiu que os tiros que mataram o empresário foram disparados por Cleiton Cerqueira Frazão, que é primo da vítima. O empresário morreu um dia depois do crime no Hospital Macrorregional de Santa Inês, a 250 km da capital, depois de ser baleado ao fazer uma caminhada pela estrada que liga a cidade de Pindaré-Mirim à Santa Inês.

A primeira prisão do caso aconteceu no dia 24 de julho de 2017. Após depoimentos, a polícia chegou a Raimundo Nonato Campos, suspeito de pilotar a motocicleta que transportava o atirador. No dia 11 de agosto do ano passado, a polícia, prendeu Felipe Rocha Moraes, por ser suspeito de emprestar a motocicleta. No mesmo dia Elineia Francisca também foi presa.

A vítima, Fernando Henrique Cruz Pinho era proprietário de uma loja de material de construção e imóveis na cidade de Pindaré-Mirim.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
ss