23/11/2018 às 11h56min - Atualizada em 23/11/2018 às 11h56min

Polícia Federal deflagra operação contra crimes previdenciários em São Luís

- Redação

Deflagrada nesta quinta-feira (22) uma operação conjunta entre a Polícia Federal (PF) e a Secretaria da Previdência, como o objetivo de combater crimes previdenciários em São Luís. Na operação, três pessoas já foram presas e 221 benefícios fraudulentos bloqueados.

De acordo com a Polícia Federal, dois funcionários de uma casa lotérica e um estelionatário especialista em fraudes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram presos.

A investigação que teve início em 2015, resultou na identificação de um esquema criminoso de falsificação documentos públicos para fins de concessão dos benefícios de amparo social ao idoso e de pensão por morte.

Segundo a polícia, o grupo atuava desde 2010 e contava com a participação de um servidor do INSS, um estelionatário e dois funcionários de uma casa lotérica, responsáveis pela abertura de contas para pagamento dos benefícios irregulares. Ainda segunda a polícia, prejuízo, inicialmente chega a mais de R$ 13 milhões.

Participaram da operação, 20 policiais federais e um servidor da Inteligência Previdenciária (COINP), que cumpriram cinco mandados judiciais, sendo um de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão, além da determinação da suspensão de 221 benefícios do INSS.

Os envolvidos devem responder pelos crimes de estelionato previdenciário, inserção de dados falsos em sistema de informações e de associação criminosa, com pena que pode chegar a dez anos de prisão.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
ss