25/09/2018 às 10h40min - Atualizada em 25/09/2018 às 10h40min

Filho condenado por agredir mãe de 84 anos morre ao passar mal

- Redação

Morreu nesta segunda-feira (24), em São Luís, o advogado Roberto Elísio Coutinho de Freitas, de 53 anos, que foi preso após ser condenado por agredir a própria mãe Joseth Coutinho Martins de Freitas, de 84 anos, portadora da doença de Alzheimer.

O detento morreu no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), onde estava internado desde a noite da última sexta-feira (21) após passar mal na prisão.

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap),  Roberto Elísio estava recluso em cela apropriada a internos com curso superior, na Penitenciária Regional de São Luís (PRSLZ), onde teve um ‘mal-estar’, e foi verificada a necessidade de atendimento médico, procedimento este realizado prontamente pela segurança interna prisional.

Roberto havia sido condenado a 20 anos de prisão, pelos crimes de tortura qualificada, maus-tratos físicos e psíquicos, retardar ou dificultar a assistência à saúde de pessoa idosa e apropriação indevida de rendimentos e bens de pessoa idosa.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
ss