24/04/2018 às 09h51min - Atualizada em 24/04/2018 às 09h51min

Homem marca encontro e é vítima de latrocínio em São Luís

- Redação

Um homem identificado como Fernando Tadeu Costa da Silva, de 53 anos, foi agredido a golpes de pauladas e esfaqueado por três suspeitos, na noite desta segunda-feira (23), em uma da praias mais movimentadas de São Luís, a Litorânea.

Segundo informações policiais, a vítima tinha um encontro marcado com uma mulher, identificada como Andréa da Silva Ferreira, de 22 anos, que teria conhecido Fernando através de um aplicativo de relacionamento e marcado um encontro no local, onde já estavam outros três comparsas identificados como Glaubert Ferreira Silva, de 18 anos, Jorge Anderson Veloso Barbosa, de 22, e Ramon Façanha Gomes, também de 22 anos. Ao chegar, os suspeitos abordaram Fernando com uma paulada na cabeça, seguido de golpes de faca e logo depois levaram o veículo da vítima.

Ainda segundo a polícia, Fernando chegou ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) em estado grave e não resistiu aos ferimentos. Os três homens suspeitos de agredirem Fernando, foram presos horas depois no bairro do Renascença. Com eles, foi apreendido o carro da vítima com placa do estado de Goiânia, que seria levado para Itapecuru-Mirim.

Andréa da Silva Ferreira que seria namorada de Jorge Anderson Veloso Barbosa, Glaubert Ferreira Silva e Ramon Façanha Gomes, prestaram depoimento no Plantão das Cajazeiras, e já foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Segundo a polícia, em depoimento, Andréa da Silva confessou o crime e disse que a intensão era de rouba a vítima, mas que Glaubert Ferreira, um dos comparsas, não aceitou o acordo e desferiu quatro golpes de faca contra a vítima. A polícia suspeita que Jorge Anderson, Glaubert Ferreira e Ramon Façanha, façam parte de facções criminosas.

Até o momento, o corpo de Fernando Tadeu continua no Hospital Socorrão I, em São Luís. A polícia segue investigando o caso.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
ss