12/01/2018 às 08h12min - Atualizada em 12/01/2018 às 08h12min

Venda do santista Lucas Veríssimo pode virar caso de polícia

Um dos representantes do zagueiro está sendo acusado de falsificar assinatura para conseguir comissão na negociação

- Redação | com Band.com.br

A possível venda do santista Lucas Veríssimo para o Spartak de Moscou pode virar caso de polícia por conta de briga entre empresários. Um dos representantes de Veríssimo está sendo acusado de falsificar a assinatura do jogador, para conseguir uma comissão pela negociação.

A oferta do Spartak foi levada ao Santos pelo empresário Magrão, ex-volante do Palmeiras. Verissímo autorizou ser representado por Magrão, exclusivamente nesta negociação.

A guerra entre empresários do zagueiro acontece antes mesmo do Santos acertar a negociação com o Spartak.

A primeira proposta do clube russo foi de R$ 24 milhões, recusado pelo peixe, que exige R$ 32 milhões. 

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss