09/01/2018 às 09h26min - Atualizada em 09/01/2018 às 09h26min

Jhonathan de Sousa diz que vinha sofrendo ameaças de Alan Kardec

- Redação

Em depoimento à polícia realizado ainda neste domingo (7), Jhonathan de Sousa Silva preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, disse que desde 2016 vinha sendo ameaçado de morte por Alan, considerado um dos líderes da facção ‘bonde dos 40’. E que tudo começou após um desentendimento durante um jogo de futebol, onde outros detentos tiveram que intervir para separar. Jhonathan contou ainda, que Alan Kardec era violento, e que já havia agredido outros detentos do presídio.

No dia do crime, Jhonathan disse que ouviu barulho de faca dentro de uma das celas e que já temeroso pela sua vida, para se defender encontrou no banheiro um chuço no chão e daí então golpeou Alan na região do peito. O detento ainda foi encaminhado para o Hospital Clementino Moura (Socorrão II), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no fim da tarde do domingo (7).

Jhonathan, assassino confesso do jornalista e blogueiro Décio Sá, preso há cinco anos e seis meses, até o momento não havia se envolvido em brigas dentro do presídio. E segundo ele só se envolveu no episódio para resguardar a própria vida. Agora Jhonathan também deverá responder por mais um crime.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss