10/11/2017 às 14h13min - Atualizada em 10/11/2017 às 14h13min

Alunos do IFMA são chamados de “macacos” no Rio de Janeiro

- Redação

Alunos do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), sofreram com discursos racistas e xenofóbicos, no III Encontro Nacional de Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas no IFF, no Rio de Janeiro. Durante o evento, que tinha como objetivo a valorização da riqueza e diversidade étnica brasileira, os estudantes foram chamados de “macacos, macumbeiros”, palavras proferidas por alunos que estavam na plateia.

O ato de covardia foi cometido por diversos alunos, que ainda não foram identificados. O professor do Campus São Luís Maracanã, Arnaldo de Aguiar Júnior, acompanhava a turma e relatou que as provocações se repetiram em alguns momentos da apresentação. A palavra “sujos” foi escrita nos ônibus da Instituição. Pessoas gesticulavam e chamavam os maranhenses de “macacos” e “macumbeiros”.

Em nota o Instituto Federal Fluminense (IFF), divulgou que os educadores maranhenses e integrantes da organização do evento discutem medidas a serem tomadas e que são expressamente contra qualquer ato de violência. Reafirmou que a instituição é um local de transformação de vidas onde todos são bem-vindos.

Em virtude do constrangimento e dificuldades sofridas, os acadêmicos voltarão para São Luís ainda nesta quinta-feira (9), indignados pela falta de respeito. 

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br.

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss