08/08/2017 às 09h42min - Atualizada em 08/08/2017 às 09h42min

Lei Maria da Penha completa 11 anos com ações de combate à violência contra a mulher.

Instituto Maria da Penha lançou campanha que faz contagem, minuto a minuto, das mulheres violentadas no Brasil.

Informações | Portal Brasil

Foto: Ubirajara Machado/MDS

Lei Maria do Penha completa 11 anos de existência nesta segunda-feira (7). Para celebrar o aniversário da Lei e, ao mesmo tempo, alertar para a importância da prevenção e do combate à violência contra a mulher, várias ações estão sendo organizadas ao longo do mês.

A Secretaria de Políticas para as Mullheres (SPM) lança a campanha #AgostoLilás #MariadaPenha11anos, com peças e vídeos para internet que serão disponibilizados nas redes sociais. Já o Instituto Maria da Penha lança a ação "Relógios da violência"uma campanha de alerta sobre os números da violência contra a mulher.

A ação do instituto faz uma contagem, minuto a minuto, do número de mulheres que sofrem violência no País. O objetivo é incentivar as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e até patrimoniais.

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), a Central de Atendimento à Mulher registrou, no ano passado, mais de 1,1 milhão de atendimentos. O número foi 51% superior ao de 2015 (749 mil). Uma atualização das estatísticas deve ser feita ainda esta semana pela secretaria. A central atende vítimas por meio do telefone 180.

Lei Maria da Penha

A Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, leva o nome da farmacêutica cearense Maria da Penha, atualmente uma das principais ativistas na luta pelo fim da violência contra a mulher. Segundo a Organização das Nações Unidas, a Lei é a terceira melhor e mais avançada no mundo em relação ao enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres.

Nesta primeira década, a legislação tornou-se conhecida. Pesquisas indicam que 98% da população brasileira já ouviu falar na Lei Maria da Penha e 70% consideram que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos.

Segundo o Conselho Nacional de Justiça, mais de 212 mil novos processos registrando casos de violência doméstica e familiar foram abertos em 2016. E mais de 280 mil medidas protetivas foram proferidas para proteger as mulheres em situação de violência.

Para celebrar o aniversário da Lei, a Secretaria de Políticas para as Mullheres (SPM) vai inaugurar mais uma unidade da Casa da Mulher Brasileira em São Luís (MA). Outros eventos que devem marcar o mês de aniversário da Lei são o lançamento da Rede Brasil Mulher e o encontro com a Rede Nacional de Enfrentamento à Mulher Vítima de Violência.

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br.

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »

Você é a favor do Uber em São Luís?

O que achou do Site?

12.9%
25.2%
17.8%
44.1%
ss