03/08/2017 às 14h43min - Atualizada em 03/08/2017 às 14h43min

Deputado federal pede nude durante votação.

No momento ocorria a sessão que discutia denúncia contra Temer.

Informações | noticias@band.com.br

Reprodução/Facebook

O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA), que chamou atenção por aparecer tatuado com o nome do presidente Michel Temer (PMDB) nesta semana, foi flagrado pedindo "nude" para uma mulher pelo WhatsApp, durante a sessão de votação sobre a denúncia contra o peemedebista, realizada nesta quarta-feira.

Em um dos trechos da conversa, flagrada pelo fotógrafo Lula Marques, ele pede para a mulher "mostrar a bunda". 

"Mostra a tua bunda afinal não são suas profissões que a destacam como mulher é sua bunda. Vai lá põe aí garota", escreveu. 

Na seguinte mensagem, o deputado federal compara a mesma pessoa com outras mulheres. "Fátima Bernardes, Sonia Abrãao, Marilia Gabriela, Mariza Godói são elogiadas, respeitadas e até desejadas pelas suas capacidades técnicas e não por um par de bunda, já bastante banalizada por todo o Tapajós do decano sortinho preto que reveza com o vermelhinho já bastante desbotado pelos anos." 




Votação

Após quase 13 horas de sessão no plenário da Câmara, os deputados votaram e decidiram pelo arquivamento da denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB).


Eram necessários 342 votos, dos 513 deputados, favoráveis à acusação para autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o presidente. Por volta das 20h desta quarta-feira (2), o governo já havia conseguido os votos necessários para rejeitar a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR). 

O placar final foi de 263 votos a favor do arquivamento, 227 contra, duas abstenções e 19 ausências.

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss