23/02/2017 às 08h21min - Atualizada em 23/02/2017 às 08h21min

Corinthians supera erro do árbitro e vence derby

Thiago Peixoto expulsou Gabriel de forma equivocada ainda no primeiro tempo; Jô garantiu a vitória no fim.

Por noticias@band.com.br
- Redação | Judson Carvalho

Árbitro expulsou Gabriel após Maycon cometer falta em Keno (Foto: Luis Moura/WPP/Estadão Conteúdo)

O Corinthians superou um erro grave do árbitro Thiago Duarte Peixoto e venceu o clássico contra o Palmeiras por 1 a 0, na última quarta-feira, na Arena Corinthians, pela 5ª rodada do Campeonato Paulista. O Timão jogou com um jogador a menos durante todo o segundo tempo depois da expulsão equivocada de Gabriel e garantiu a vitória com um gol de Jô nos minutos finais.

Se o clima antes do jogo era de total cordialidade pelas comemorações do centenário do derby, dentro de campo a história foi diferente. O clássico começou muito pegado e com menos de 10 minutos o Palmeiras já tinha Felipe Melo e Raphael Veiga com a cartões amarelos.

A primeira grande chance foi do Corinthians logo aos 2 minutos. O volante Gabriel, ex-Palmeiras, dominou bonito no peito e acertou um belo chute que beliscou o travessão de Fernando Prass. Mais nervoso em campo, o Palmeiras conseguiu equilibrar o jogo e assustou aos 23. Jean cobrou lateral na área, Mina desviou e cabeça e Keno ficou com sobra. O atacante acertou uma bomba, mas a bola também explodiu no travessão.

Veja classificação do Campeonato Paulista

As duas equipes passaram a se preocupar muito com a marcação e o ritmo caiu. Foi então que o erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto mudou a história jogo. Keno arrancou em velocidade e foi puxado por Maycon. O árbitro deu a falta, mas alegou que Gabriel cometeu a infração e expulsou o volante. Thiago chegou a conversar com o quarto árbitro, que o alertou do erro, mas ele não mudou de opinião e prejudicou o Corinthians.

Com a vantagem numérica, o Palmeiras voltou para o segundo tempo com total controle da posse de bola e conseguiu chegar perto do gol aos 14. Willian arriscou e fora da área e mais uma vez carimbou o travessão. Pouco depois, aos 17, Guerra cruzou na medida e Keno apareceu livre para cabecear, mas Cássio fez grande defesa para impedir o gol.

O Corinthians não conseguia trabalhar a bola e a pressão palmeirense só aumentava. O problema é que o time de Eduardo Baptista abusou das bolas aéreas e facilitou o trabalho da defesa alvinegra.

A única chance do Corinthians era aproveitar uma bola parada ou um contra-ataque, e foi justamente isso que aconteceu. Aos 42, Guerra vacilou e perdeu a boal para Maycon. O volante tentou duas vezes até conseguir passar para Jô, que deixou o banco de reservas para definir a vitória suada com apenas 38 segundos em campo.

Com o resultado, o Corinthians chegoua 12 pontos e segue na liderança isolada do grupo A. O Palmeiras ainda é o líder do grupo C, com 9 pontos.

Informações | esporte.band.uol.com.br

Saiba mais desta e de outras notícias em emaranhense.com.br ou acesse nosso facebookVocê pode enviar a sua denúncia para nosso e-mail jornalismo@emaranhense.com.br e também para nosso whatsapp -(98)98739-7762 .

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss