20/02/2015 às 11h57min - Atualizada em 20/02/2015 às 11h57min

Kate Middleton exibe fios brancos e acende discussão

Aos 33 anos, duquesa de Cambridge faz parte da estatística moderna de que os fios brancos aparecem cada vez mais cedo devido ao estresse e vida em cidades grandes

www.terra.com.br

A duquesa de Cambridge, que está grávida de sete meses do seu segundo filho com o príncipe William, se "descuidou" um pouco de tingir os cabelos e exibiu discreta raiz com fios brancos em suas duas últimas aparicões públicas. Os dados são do site inglês Daily Mail.

O fato levantou algumas discussões sobre o assunto. Primeiro, que Kate Middleton estaria dando sinais da liberdade de assumir mais os fios claros. E, depois, especulou-se que a mãe do príncipe George suspendeu as visitas ao salão por causa da gravidez. No entanto, médicos garantem que pintar os cabelos na gestação é seguro, desde que sem exageros e com cuidado redobrado aos produtos usados.

Aos 33 anos, Kate já exibiu os cabelos brancos em outras ocasiões e, segundo pesquisas, ela não está sozinha nessa empreitada assim tão jovem. Um levantamento inglês concluiu que os primeiros fios brancos aparecem na cabeça das mulheres cada vez mais cedo. Assim como Kate, outros 32% das mulheres com 30 e poucos anos já encontraram fios mais claros. Há 20 anos, este número era de 18%.

De acordo com o médico Iain Sallis, genética e a vida moderna são as causas desta mudança. Ele explica que os melanócitos são os responsáveis por manter a cor da pele e cabelo. Naturalmente, o corpo para de produzi-los com o avanço da idade e aqueles que sobram passam a trabalhar com menos intensidade, daí o surgimento dos cabelos brancos com o envelhecimento. No entanto, estudos apontam que o estresse acelera este processo, assim como a vida agitada de cidades grandes e a exposição ao sol. Os raios ultravioletas, a poluição do ar e a fumaça de carros e cigarros produz componentes instáveis chamados radicais livres no corpo que podem destruir os melanócitos. Esta teoria explica um estudo de 1996 que concluiu que fumantes têm quatro vezes mais chances de terem cabelo branco prematuramente do que as pessoas não-fumantes.

 

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss