22/12/2014 às 09h19min - Atualizada em 22/12/2014 às 09h19min

Ex-Gerente da Petrobrás diz ter alertado Graça Foster pessoalmente.

Venina Velosa da Fonseca diz ter se reunido com Graça Foster para falar sobre os esquemas de corrupção na Petrobras

notíciasterra.com.br

A  ex-gerente da Petrobras Venina Velosa da Fonseca afirmou em entrevista ao Fantástico, da Globo, que informou pessoalmente à presidente da estatal, Graça Foster, sobre irregularidades em contratos de diversos setores da companhia. Na época, a executiva era diretora de Gás e Energia. Venina disse que percebeu irregularidades em 2008 e, desde então, reportou problemas aos superiores.

Venina afirmou que informou Graça Foster das irregularidades por e-mail e pessoalmente. "Eu estive com a presidente (Graça Foster) pessoalmente quando ela era diretora da área de Gás e Energia. Naquele momento, nós discutimos o assunto. Foi passado uma documentação pra ela sobre o processo de uma denúncia na área de comunicação. Ela teve acesso a essas irregularidades nas reuniões da diretoria-executiva", contou.

Além da presidente, Venina afirma que alertou outros diretores da estatal. "Num primeiro momento, em 2008, como gerente-executiva, eu informei ao então diretor Paulo Roberto Costa, informei a outros diretores como a Graça Foster, e em outro momento, como gerente-geral, eu informei aos meus gerentes-executivos, José Raimundo Brandão Pereira e o Abílio (Paulo Pinheiro Ramos), que era meu atual gerente-executivo(...) Informei a todas a pessoas que eu achava que poderiam fazer alguma coisa para combater aquele processo que estava se instalando dentro da empresa", disse ao Fantástico.

De acordo com o programa, a documentação com as denúncias da gerente, que está afastada, foi entregue ao Ministério Público. Venina nega participações no esquema de corrupção e disse que “vai até o fim” nas denúncias. Segundo ela, outros funcionários possuem conhecimento das irregularidades, e fez um apelo para que todos sigam seu exemplo.Venina afirmou que as irregularidades eram de vários tipos: pagamentos por serviços não-prestados, contratos aparentemente superfaturados, negociações em que eram solicitadas comissões para as pessoas envolvidas e uma série de problemas que feriam o código de ética e os procedimentos da empresa.

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss