18/12/2014 às 10h16min - Atualizada em 18/12/2014 às 10h16min

Papa Francisco completou ontem (17) 78 anos de idade.

Veja.abril.com.br

O papa Francisco completou 78 anos nesta quarta-feira e os fiéis que participaram da audiência geral na Praça de São Pedro organizaram um aniversário que levou ao Vaticano o famoso tango argentino. “Desejo um bom espetáculo e que sopre um pouco dos ventos do Pampa”, disse o papa ao se dirigir a um grupo de pessoas que tinha organizado uma exibição de tango como presente pelo aniversário do pontífice.

“Hoje parece uma praça do 2x4”, seguiu brincando Francisco, fazendo referência aos passos do tango argentino e perante a presença de centenas de dançarinos de tango e milonga, que realizaram a exibição na Praça São Pedro ao término da audiência e quando o papa já tinha se retirado. Cristina Camorani, uma apaixonada por tango, lançou a ideia sob o lema 'um tango para Francisco', que conseguiu uma adesão de cerca de 3.000 pessoas graças às redes sociais.

Ao término da audiência, começaram a soar as primeiras notas de bandoneon e com elas começaram a se movimentar em homenagem ao papa Francisco centenas de pessoas, algumas vindas de distintas escolas de baile italianas e muitas delas turistas argentinas. Apesar de o Vaticano celebrar somente o onomástico dos pontífices (data em que os cardeais são aclamados Papa), Francisco teve seu bolo e soprou as velas.

Durante o percurso no papamóvel, Francisco desceu para soprar as velas de um bolo com as cores da bandeira argentina e se aproximou de um grupo de seminaristas argentinos dos Legionários de Cristo. Após cantar parabéns para o papa, os jovens também lhe ofereceram um mate. Como no ano passado, quando convidou em seu aniversário quatro moradores de rua para almoçar, Francisco também quis estar ao lado dos mais necessitados e no altar instalado na Praça São Pedro, cumprimentou e abraçou um grupo de oito sem-teto.

Atentados – O papa Francisco denunciou nesta quarta, na Praça de São Pedro, os atentados em PaquistãoAustrália e Iêmen, ao pedir a Deus que "converta o coração dos violentos". "Gostaria de rezar ao lado de vocês pelas vítimas dos atos terroristas cometidos nos últimos dias na Austrália, Paquistão e Iêmen", disse o papa durante a audiência semanal. 

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss