04/09/2014 às 17h03min - Atualizada em 04/09/2014 às 17h03min

A gremista Patrícia Moreira prestou depoimento na manhã de hoje (4).

Muito abalada, a torcedora foi recepcionada com vaias e gritos de "racista".

Geyce Gomes - Emaranhense.com.br

Na manhã desta quinta-feira (4) a torcedora gremista Patrícia Moreira, que xingou o goleiro Aranha, do  Santos, de macaco, foi à 4ª Delegacia de Porto Alegre para depor sobre o caso de racismo.

Na chegada, a torcedora foi recepcionada com gritos de “racista” vindos de curiosos e grupos ativistas contra o racismo que foram ao local protestar e pedir justiça. A segurança do local foi reforçada para garantir a integridade física dela e a ordem no local.

Chorando muito, Patrícia não falou com a imprensa, em seu depoimento ela disse que só acompanhou a torcida e que em jogos contra o Internacional é assim que eles chamam os torcedores rivais.

Segundo a família dela, assim que possível , Patrícia pedirá desculpas públicas para Aranha e segundo o delegado Cléber Ferreira, Patrícia vai responder pelo crime de injúria racial que tem pena prevista para 1 a 3 anos de reclusão.

 

Link
Notícias Relacionadas »
ss