14/07/2014 às 08h18min - Atualizada em 14/07/2014 às 08h18min

Felipão não é mais técnico da Seleção

Derrotas seguidas da equipe brasileira selaram destino de Luiz Felipe Scolari

Da AFP esportes@band.com.br

Fabrice Coffrine/AFP

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a demissão do técnico Luiz Felipe Scolari poucas horas depois do fim da Copa do Mundo, conquistada pela Alemanha e na qual o Brasil ficou com um decepcionante quarto lugar.

 

Felipão não pediu demissão mas deixou o cargo à disposição depois da derrota de 3-0 para a Holanda na disputa do terceiro lugar, no sábado. Na terça-feira passada, a seleção brasileira sofreu a maior humilhação de sua história ao ser goleada por 7-1 pela Alemanha nas semifinais, uma catástrofe comparada ao 'Maracanazo' de 1950, quando o Brasil perdeu a final da Copa do Mundo para o Uruguai.

 

Scolari, campeão do mundo com o Brasil em 2002, assumiu o comando da seleção em dezembro de 2012, seis meses antes da disputa da Copa das Confederações.

 

Na competição do ano passado, considerada um teste geral para o Mundial, o Brasil conquistou o título com uma vitória contundente de 3-0 sobre a então campeão do mundo, a Espanha, na final.

 

O país anfitrião passou a acreditar então na conquista do sexto título mundial, o primeiro em casa, mas a seleção nunca chegou a empolgar a torcida e foi muito criticada durante toda a Copa.

 

O Brasil passou da primeira fase como primeiro lugar do Grupo A, mas nas oitavas de final precisou da disputa dos pênaltis para superar o Chile (1-1). A partida demonstrou a grande instabilidade emocional do time.

 

Nas quartas de final, o Brasil venceu a Colômbia por 2-1, mas perdeu o craque Neymar para o restante do torneio por uma fratura na terceira vértebra lombar.

 

Sem a sua grande estrela, o Brasil foi humilhado pela Alemanha nas semifinais e ficou fora da disputa pelo título.

 

Depois de repetir o péssimo futebol contra a Holanda no sábado, a CBF optou pela demissão de Felipão.

Link
Notícias Relacionadas »
ss