07/07/2014 às 08h32min - Atualizada em 07/07/2014 às 08h32min

Bernard: 'iremos superar perda de Neymar'

Um dos candidatos a substituir o camisa 10, atacante pede tranquilidade e diz que quem entrar 'dará conta do recado

- Da Redação | esportes@band.com.br

Gaspar Nobrega/Vipcomm

Um dos candidatos a preencher a vaga de Neymar na partida contra a Alemanha pela semifinal da Copa do Mundo, o atacante Bernard acredita que será possível superar a perda do craque da Seleção.

 

Durante coletiva de imprensa deste domingo, o jogador relembrou o clima do "Eu Acredito", levantado pela torcida atleticana na Libertadores de 2013, cantada também no Mineirão, na partida contra o Chile pelas oitavas de final da Copa. 

 

"Durante o jogo contra o Chile pude ver um pouco do que vivi no Atlético, foi um momento emocionante. Sabemos que passamos dificuldades dentro da Libertadores e é natural encontrar dificuldades num campeonato como o Mundial. Temos qualidade para vencer, mas é um passo de cada vez, vamos trabalhar firme diante desse jogo para chegarmos mais forte ainda na final", destacou o ex-atleticano. 

 

Sobre a vaga disponível, após a saída de Neymar da Seleção, o jogador do Shakhtar Donetsk pede maturidade ao substituto do atacante e acredita que quem entrar 'dará conta do recado'.

 

"Ninguém gostaria que a oportunidade aparecesse dessa maneira, mas temos que ter tranquilidade e maturidade para passar por cima disso. O Neymar fará falta sim e quem entrar tem que dar seu máximo e passar por isso da melhor forma possível".

 

Ele também falou sobre o apoio do camisa 10 da Seleção, que antes de deixar a Granja Comary teve uma conversa com todo o grupo. 

 

"Mesmo diante da tristeza, o Ney passou total força para nós, disse que irá nos acompanhar e que estará com a gente. E emocionalmente falando, claro que o grupo sentiu a perda, e não só pelo futebol e pelo jogador, mas pela pessoa incrível que ele é, que trás uma energia para o grupo, está sempre sorrindo e passando mensagens positivas", ressaltou.  

 

Por último, Bernard explicou que não existe um substituto imediato para Neymar, já que era uma situação até então impensável. 

 

"O Felipão não treinou alguém para o lugar do Neymar antes porque ninguém esperava que chegaríamos nessa situação. Mas dá tempo sim de mudar a equipe, todos os jogadores assimilam rápido o que o professor nos pede taticamente. Ele que sabe e vai ajustar o time e ver quem será a melhor peça para a partida contra a Alemanha, que é taticamente, uma das melhores seleções que vi neste Mundial", completou.

 

O confronto entre Brasil e Alemanha acontece na próxima terça-feira, às 17h (horário de Brasília), no Mineirão e será transmitido pela Band

Link
Notícias Relacionadas »
ss