10/03/2014 às 10h16min - Atualizada em 10/03/2014 às 10h16min

Prefeito Edivaldo acompanha o Dia D contra o Sarampo

Prefeito acompanhou a imunização no Centro de Saúde da Liberdade

Secom/Prefeitura de São Luís

A população atendeu ao chamado da Prefeitura de São Luís e compareceu nos postos de vacinação para o Dia D contra o Sarampo neste sábado (8). No Centro de Saúde da Liberdade, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior acompanhou a vacinação ao lado da secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, e agradeceu a todos que disponibilizaram tempo para ajudar na imunização e compareceram para vacinar as crianças.
 
“Essa é uma boa maneira de comemorar este dia muito especial, que é o Dia da Mulher. Vamos todos nos unir para vacinar nossas crianças. Esta campanha que começou pouco antes do carnaval, chega agora a seu Dia D, contemplando toda a região metropolitana. Temos que nos mobilizar, com a ajuda da imprensa para avançarmos e conseguirmos vacinar 100% das crianças na faixa etária”, afirmou o prefeito.
 
Edivaldo Holanda Júnior também enalteceu o trabalho da secretária Helena Duailibe, que tem buscado parcerias para o setor e obtido avanços significativos na saúde ludovicense. A secretária afirmou que as parcerias têm sido fundamentais para a obtenção dos resultados positivos. Ela declarou que o objetivo agora é que toda a população se mobilize, transmitindo a informação para vizinhos e amigos, para que levem as crianças para vacinar.
 
“Saúde não se faz sozinho. Quando o prefeito nos convidou para assumir, sabíamos do desafio. Estamos fazendo um grande esforço para as que as ações tanto preventivas quanto curativas funcionem. Hoje, é dia de mais uma ação preventiva. E temos contado com parceiros como o governo estadual, governo federal, a imprensa e, principalmente, a sociedade. Vamos cumprir nossa meta de até o dia 14 vacinar 100% da população maior de seis meses e menor de 14 anos”, pontuou.
 
Exemplo das parcerias institucionais, o secretário adjunto de Vigilância em Saúde do Estado, Alberto Carneiro, esteve presente no Dia D, acompanhando a vacinação ao lado do prefeito e da secretária de Saúde. Devem ser vacinadas as crianças com mais de seis meses e com menos de cinco anos que nunca foram vacinadas contra o Sarampo. Somente no Centro de Saúde da Liberdade, a meta é imunizar 3 mil crianças. Em toda a São Luís, são 73 mil. A criança deve tomar a segunda dose 30 dias após a primeira.
 
A dona de casa Lourdes Santos foi uma das mães que esteve presente no Dia D para vacinar a filha Alice, de dois anos. “Espero que todas as mães tragam seus filhos, porque a saúde deles é muito importante. Nós ficamos preocupados em deixar eles protegidos de qualquer doença”, afirmou.
 
O professor de Segurança do Trabalho, Adelino Marcelo, levou a pequena Mariana, de nove anos, para vacinar. A menina parecia satisfeita pela proteção do pai. “Ela é muito forte. Está muito bom. As filas estão andando rápido. Foi bem tranquilo. Recomendo a todos que levem seus filhos para vacinar logo. Garantir que eles estejam protegidos tem que ser prioridade”.
 
Acompanharam a ação do Dia D contra o sarampo os vereadores Chico Carvalho (PSL), Heron Simões (PSL), Edmilson Jansen (PTC), Josué Pinheiro (PSDC), Pavão Filho (PDT), Pedro Lucas Fernandes (PTB), Paulo César (PCdoB) e Rose Sales (PCdoB). Vários secretários municipais também estiveram presentes acompanhando a campanha.
 
 SOBRE O SARAMPO
 
O sarampo é uma doença infecto-contagiosa provocada pelo Morbili vírus e transmitida por secreções das vias respiratórias como gotículas eliminadas ao espirrar, tossir, falar ou respirar.
 
Os sintomas são febre alta, coriza, conjuntivite e pequenos pontos vermelhos na pele, mas pode haver evolução da doença com complicações como otite média com possibilidades de pneumonias, meningite e sequelas graves.
 
Não há registros de casos de sarampo em São Luís, mas para garantir o controle da doença é necessário que as crianças sejam vacinadas.
 
A orientação veio do Ministério da Saúde, com o objetivo de montar uma barreira contra a doença após a confirmação de surtos nos estados do Ceará, Pernambuco e Paraíba. O reforço garante a erradicação da doença.

Link
Comentários »
Notícias Relacionadas »
ss