04/10/2019 às 11h15min - Atualizada em 04/10/2019 às 11h15min

Homem acusado de matar terceirizados da Cemar no MA é condenado a 25 anos de prisão no MA

Foi julgado nesta quinta-feira (3), na 2ª Vara de Paço do Lumiar, o acusado de do assassinato de dois funcionários terceirizados da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) em janeiro deste ano. Identificado como Pablo Martins da Silva, ele foi condenado a 25 anos e nove meses de prisão.  

A decisão, feita pelo Juiz Carlos Roberto de Oliveira Paula, determina que Pablo cumpra a pena inicialmente em regime fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital. 

De acordo com informações, cinco testemunhas foram ouvidas durante o julgamento. Entre elas está o irmão do acusado que também participou do assassinato, disparando duas vezes contra uma das vítimas, a pedido do irmão. O menor continua preso em uma Unidade de Ressocialização da capital.  

Os dois reafirmaram a versão de que a arma usada durante o crime pertencia a eles. Essa versão foi confirmada em depoimento anterior, onde afirmaram que conseguiram na casa do líder de uma facção criminosa que atua na área do Sítio Natureza. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
ss