12/06/2019 às 09h26min - Atualizada em 12/06/2019 às 09h26min

Funcionários do Vasco fazem greve contra salários atrasados em São Januário

Nesta quarta-feira (12), funcionários do Vasco iniciaram uma greve em razão dos três meses de salários atrasados. Em protesto nesta manhã na sede social do clube, os funcionários fecharam os portões e interromperam o fornecimento de energia elétrica do clube.

Os principais alvos do protesto são Roberto Monteiro, líder do grupo Identidade Vasco e Júlio Brant, líder do grupo Sempre Vasco, ambos de oposição ao presidente Alexandre Campello. Esses grupos são acusados de boicotarem a reunião do Conselho Deliberativo da última terça-feira que votaria a aprovação de um empréstimo de R$ 20 milhões ao clube. A votação não aconteceu por falta de quórum.

 

Link
Notícias Relacionadas »
ss